Close

Call Center: como eles se reinventaram com a pandemia?

Não foi fácil para nenhum setor ter de lidar com as mudanças drásticas que os reflexos da pandemia da Covid-19 causaram nos mais variados negócios do país. E com o segmento do Call Center não foi diferente… 

O “boom” dos deliverys, do e-commerce e do telemarketing ficou evidente e até foi responsável por parte do aquecimento da economia no Brasil e tudo indica que vai prosseguir assim. 

Mas para que esse cenário não fosse tão complicado e atendesse às regras impostas pelo Ministério da Saúde, o setor do Call Center precisou se reinventar durante a pandemia. 

E nesse artigo trazemos algumas informações sobre esse assunto. Continue lendo e entenda o porquê dessa reinvenção. Vamos lá? 

Call Center e Home Office: uma necessidade que deu certo 

Uma das regras pontuadas pelo Ministério da Saúde era que o distanciamento social de, pelo menos, um metro fosse respeitado e praticado pelas empresas a fim de evitar a proliferação e a contaminação pelo Coronavírus. 

Portanto, o setor de Call Center teve de reestruturar seus espaços corporativos a fim de cumprir essa determinação. Além disso, o home office e o teletrabalho ganharam adeptos que optaram por essa forma de trabalhar. 

Com muitos funcionários trabalhando de casa, as empresas precisaram oferecer boas condições para que isso acontecesse, desde fornecer computadores até móveis corporativos com ergonomia para evitar doenças ocupacionais. 

Principalmente, porque nas residências dos funcionários não existe a obrigação de que haja móveis ergonômicos. Uma necessidade que existe em muitas empresas e que foi preciso transferir para o home office e para o teletrabalho. 

Outra reinvenção percebe-se na disposição dos móveis para Call Center nas empresas. Antes da pandemia, os espaços – embora fosse isolados – eram muito próximos em ambientes amplos para que coubesse o maior número de colaboradores. 

Atualmente, esse cenário está dando lugar aos espaços que – embora sejam grandes – possuem menos colaboradores atuando em baias mais distantes uma da outra e com maior facilidade de higienização. 

Call Center: 

Agora, o setor de Call Center busca manter o equilíbrio entre o home office e o trabalho presencial nas empresas, até porque ainda estamos num momento de pandemia do Coronavírus. 

No entanto, um desafio do segmento de telemarketing, call center, e-commerce e teleatendimento (delivery, principalmente) é reforçar que há possibilidade de manter um distanciamento social entre os funcionários mesmo estando num ambiente pequeno. 

Já que o maior número de funcionários ainda está em home office, a atenção dos empresários se volta para o trabalho presencial. Portanto, ter ambientes de Call Center com móveis corporativos personalizados faz toda a diferença. 

Principalmente, porque os móveis corporativos personalizados vão atender exatamente às necessidades do espaço de trabalho que aquela empresa oferece. Neste caso, ambientes menores, porém com conforto, segurança e versatilidade. 

E nós, da Móveis Otto, somos especialistas em oferecer essas soluções em móveis corporativos personalizados para sua empresa! Aproveite que você já está aqui, no nosso site, conheça mais sobre nossa empresa e peça um orçamento. E antes de sair daqui, compartilhe essas informações com seus amigos que também precisam entender um pouco mais sobre essas reinvenções nos ambientes de trabalho.

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email