Close

O Conceito de Design Thinking: Entenda

O termo pode parecer estranho, mas – certamente – você já manteve algum contato com o Design Thinking. Vamos entender melhor esse conceito? 

Ele nada mais é do que um modelo de investigação, de desenho e de soluções que inova e diferencia ao buscar pela resolução de problemas, principalmente diante dos desafios operacionais.  

Neste artigo, vamos explicar melhor qual o conceito do Design Thinking e como sua prática pode renovar a maneira como as empresas vão fazer negócios. Continue lendo e acompanhando nosso texto…  

Design Thinking: qual o conceito e como surgiu?  

São muitas as definições desse termo! O Design Thinking pode ser desde uma ferramenta até uma cultura empresarial passando ainda por uma estratégia de trabalho.  

Seja lá qual for o conceito que você preferir, o ideal e mais importante de saber é que o Design Thinking é inovação, ou seja, seu principal foco é criar soluções que permitam resolver os problemas mais complexos. 

O conceito também pode seguir um modelo interativo que mantém o foco nas pessoas e que busca oferecer soluções pelo âmbito da oportunidade. Resumindo: na prática, o Design Thinking propõe que a pessoa/empresa faça uma imersão na realidade do problema a fim de criar soluções inovadoras.  

Na década de 80, o Design Thinking começou a surgir e conquistar espaço na rotina das empresas que buscam inovação para seus modelos de negócios, suas equipes e seus processos.  

Práticas de Design Thinking: como aplicá-las no ambiente corporativo? 

Cada vez mais, as pequenas e médias empresas estão utilizando essas práticas para tentar transpor desafios de seus negócios. Ou seja, o Design Thinking não é uma concepção apenas para grandes empresas ou multinacionais.  

Em todos os modelos de negócios, por exemplo, as equipes de vendas ou do setor comercial usam essa abordagem do Design Thinking para desenvolver habilidades de identificar “com os olhos dos clientes”.  

A partir disso, essas equipes conseguem desenvolver estratégias mais persuasivas e eficientes.  

É importante deixar claro que, primeiramente, é preciso identificar o problema que há na empresa que, às vezes, pode ser interno, ou seja, nem tem a ver com os clientes.  

Em seguida, a equipe irá debruçar-se sobre esse problema na tentativa de buscar soluções inovadoras e criativas. Após essa etapa, faça debates sobre o assunto a fim de provocar várias opiniões e outras ideias sobre o mesmo tema.  

Lembre-se, o Design Thinking é uma competência, uma habilidade que nem todos os profissionais conseguem ter ou desenvolverem. Por isso, investir nessa vertente é um chamariz em ascensão nestes novos tempos.  

Agora, aproveite essa informação e compartilhe com outros profissionais que você considera que tenham o perfil para o Design Thinking. E já que você está por aqui, aproveite também e conheça mais da nossa empresa navegando pelo nosso site.  

Aliás, temos outros artigos super interessantes, aqui, no nosso Blog. Dê uma olhadinha e informe-se com nosso conteúdo. 

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email